terça-feira, julho 22, 2008


3 comentários:

clarice ge disse...

Gosto um tantão de tua sensibilidade, gosto mesmo!
carinhos

osrevni disse...

Imagens deliciosas, pra não variar.

Valéria disse...

uau! que tese!!!!!!
eu sou assistente social e trabalho com inclusão de pessoas com deficiência mental através do trabalho! coincidências...
eu penso que o "não ver" de uma pessoa cega é um ver irreversivelmente mais próximo de uma verdade interior, que o daqueles que enxergam... tocando pra ver, eles "enxergam" o é da coisa... a gente, "que vê" enxerga uma coisa cheia de preceitos estéticos... isso, falando só de enxergar...
agora o ver... aquele mais amplo... penso que seja irreversível em ambos os casos...
viajei? rs
beijão